12/09/2014
 Posted by Line

Gratidão

A Leila e o Daniel aguardaram até o final da gestação para tentar realizar um sonho.

Seria um VBA2C.

O parto domiciliar estava planejado, e ela já passava de 42 semanas, quando enfim entrou em trabalho de parto.

A bolsa estourou e o mecônio estava muito espesso, propício à evolução do trabalho de parto, mas isso não ocorreu, e em várias horas a dilatação não passou de 2cm.

Atenção redobrada para os batimentos cardíacos do bebê que eram verificados constantemente e estavam sempre bem. Até que começaram a ficar não tranquilizadores. A equipe, juntamente com a família, decidiu pela transferência para o hospital, e a cesárea de urgência foi a melhor indicação para aquela situação.

Aprendi muito com esse casal, pela garra de esperar quase 43 semanas, pela união, pela cumplicidade, mas algo se destacou para mim, que me emocionou demais: aprendi com a GRATIDÃO.

Quando a Leila começou a se dar conta que provavelmente passaria por sua terceira cesariana, não demonstrou decepção, revolta, fragilidade, mas sentia-se grata por ter chegado até ali. Feliz de ter sentido um pouquinho do que era um trabalho de parto, e feliz de ter feito a melhor escolha para o seu filho.

E eu também só posso ser muito grata por ter a oportunidade de aprender tanto!

Parabéns, Leila e Daniel, pela família linda que vocês têm.

Saúde!

 

NASCIMENTO_DO_GABRIEL-5 NASCIMENTO_DO_GABRIEL-6 NASCIMENTO_DO_GABRIEL-9

NASCIMENTO_DO_GABRIEL-10

NASCIMENTO_DO_GABRIEL-11

NASCIMENTO_DO_GABRIEL-12NASCIMENTO_DO_GABRIEL-14NASCIMENTO_DO_GABRIEL-17Mais fotos AQUI.